DESCRIÇÃO

• Aproximadamente ¾ do estômago é removido;
• Restringe a ingestão de alimento e reduz a acidez;
• Divide o intestino delgado;
• Uma extremidade é anexada á bolsa gástrica para criar um canal alimentar;
• O alimento se move através do canal alimentar com pouca absorção de mesmo.

RESULTADOS

• Os pacientes estudados, conseguiram perda do excesso de peso de 74% em um ano, 78% em dois anos , 81% em três anos, 84% em quatro anos e 91% em cinco anos;
• Oferece altos índices de má absorção;
• Os pacientes foram capazes de fazer mais refeições do que no procedimento restritivo.

RISCOS

• Será necessário um período de adaptação ás evacuações, que poderão ser muito liquidas e freqüentes, melhorando no decorrer do tempo, mas que podem permanecer para sempre;
• Distensão abdominal e evacuações ou gases mal cheirosos;
• Suplementação vitamínico por toda a vida ;
• Recomendável a monitoração por toda a vida para cuidados com má nutrição proteica, anemia e doenças ósseas;
• Aumento do risco de formação de cálculo biliar, aumento do risco de remoção de vesícula biliar;
• Irritação intestinal e úlcera gástrica;
• Suscetibilidade para síndrome de dumping com ingestão de doces, líquidos altamente calóricos ou produtos de laticínio.

Most Recent Projects